Aviso N.º 28/SI/2018

Referência Balcão 2020 | SI- 49-2018-28

Aviso Republicado a 31 de janeiro 2019 : Alargamento da rede de fornecedores global da empresa nuclear, a outros de níveis inferiores de fornecedores para além de tier 1, desde que justificado o envolvimento direto ou indireto da empresa nuclear com esses fornecedores na definição de produtos, requisitos técnicos e processos.

AAC 28/SI/2018

Iniciativa Clubes de Fornecedores

Vale Indústria 4.0

  •  

    Objetivos da iniciativa “CLUBES DE FORNECEDORES”

    A iniciativa “CLUBES DE FORNECEDORES” visa aumentar a participação de PME nacionais e Entidades não Empresariais do Sistema de I&I no fornecimento de pólos de produção instalados em Portugal e orientados para cadeias de produção globalizadas, através de redes de clientes e fornecedores, aumentando assim o seu valor acrescentado nacional. Os objetivos da iniciativa “CLUBES DE FORNECEDORES” são os seguintes:

    - Capacitar as PME para integrar redes de fornecedores globais, inovadores e internacionalmente competitivos, englobando apenas fornecedores tier 1;

    - Alavancar a integração de tecnologias que facilitem a adaptação à Indústria 4.0 e aos fundamentos da Economia Circular;

    - Promover a adaptação aos requisitos tecnológicos dos processos e produtos que proporcionem know-how especializado, recursos e conhecimento crítico, maior produtividade, mais flexibilidade e maior qualidade dos produtos;

    - Substituir importações aumentando o valor acrescentado nacional e as exportações.

    Fases de implementação

    A iniciativa “CLUBES DE FORNECEDORES” é implementada em duas fases:

    Numa primeira fase é lançado o presente concurso para a apresentação de propostas de redes para a consolidação de Clubes de Fornecedores, identificando:

    -  A(s) “Empresa(s) Nuclear(es)”, um número representativo de empresas fornecedoras participantes e as entidade(s) de interface que integram a rede;

    - A estratégia de consolidação e de integração do clube de fornecedores;

    -  Os objetivos estratégicos e operacionais a atingir;

    -  A estimativa do valor de investimentos envolvidos.

    Numa segunda fase, serão abertos concursos no âmbito do Sistema de Incentivos do Portugal 2020 para apoiar investimentos a realizar nas empresas fornecedoras e nas entidades não empresariais do Sistema de I&I, no caso dos projetos em co-promoção, necessários à sua capacitação e competitividade para presença em clubes de fornecedores nacionais e internacionais. Os concursos a lançar responderão de forma específica às necessidades identificadas em termos de investimentos das empresas fornecedoras e irão dispor de dotações orçamentais próprias.

    Condições de acesso das empresas participantes na rede

    As “Empresas Nucleares” devem cumprir, cumulativamente, os seguintes requisitos:

     

    - Desenvolver a sua atividade em setores industriais com procuras dinâmicas e inseridas em cadeias internacionais e com conteúdos trecnológicos significativos;

    - Ter uma faturação anual não inferior a 50 milhões de euros e um volume de compras a fornecedores de componentes, materiais e matéria-prima não inferior a 20 milhões de euros;

    - Apresentar uma intensidade exportadora superior a 50%;

    -  Apresentar uma estratégia de desenvolvimento em Portugal, com particular enfâse para a sua política de integração de fornecedores nacionais de componentes, materiais e matéria-prima;

    - Detalhar um programa de parceria com os seus fornecedores tendo em vista a sua capacitação e melhoria da sua capacitação.

     

    As “Empresas Nucleares”, bem como as empresas fornecedoras, devem ainda constituir-se como beneficiários elegíveis no âmbito do Sistema de Incentivos do Portugal 2020 (PT2020), nos termos do previsto no RECI.

    Período de Candidatura

    31 de agosto de 2018 a 31 de dezembro de 2019 (19 horas)

  •  
  • CP 2018-08-03
  • CMA 2019-11-18

03/08/2018 , Por COMPETE 2020