Bolsa de Investigação para Mestre | Ferrovia 4.0

A Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto abre concurso para atribuição de uma Bolsa de Investigação para Mestre no âmbito do projeto “Ferrovia 4.0”, com a referência POCI-01-0247-FEDER-046111 cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização – COMPETE 2020.                          

Período da candidaturaO concurso encontra-se aberto no período de 13 a 26 de janeiro de 2021.

Requisitos de admissão: Podem candidatar-se a este concurso, os candidatos que reúnem cumulativamente os seguintes requisitos:

- Ser estudante inscrito num curso de doutoramento na área da Engenharia Electrotécnica, Mecânica, ou Ferrovia, requisito a ser devidamente comprovado no ato da contratação.

ou

- Estar inscrito em curso não conferente de grau académico integrado no projeto educativo de uma instituição de ensino superior, desenvolvido em associação ou cooperação com uma ou várias unidades de I&D.

Nota: No caso de mestres que se encontrem inscritos em cursos não conferentes de grau académico a bolsa apenas pode ser atribuída a quem não exceda, com a celebração do contrato de bolsa em causa, incluindo as renovações possíveis, um período acumulado de dois anos nessa tipologia de bolsa, seguidos ou interpolados.

e

- Ser detentor do grau de Mestre em Engenharia Mecânica.

Plano de trabalhos: A partir do conhecimento dos modos de falha críticos selecionados e da sua monitorização, participar no desenvolvimento de uma plataforma de apoio à manutenção preditiva dos sistemas ferroviários, com base em técnicas de data analytics (compressão de dados/envelopes, raciocínio baseado em regras, modelos estatísticos, aprendizagem automática, entre outros), para geração de indicadores e alarmes a serem processados pela plataforma de decisão. Serão aplicados mecanismos de extração do conhecimento que irão processar os dados disponíveis e, através de diferentes modelos de degradação, previsão e otimização com o reconhecimento de padrões por meio de algoritmos de inteligência artificial e machine learning,  que irão gerar a informação pretendida para o apoio à decisão, e conhecimento do estado geral do sistema ferroviário.

Numa segunda fase será realizada a transformação dos procedimentos de manutenção (instruções, desenhos 2D, etc.), em conteúdos digitais que integrarão plataforma digital de realidade aumentada. O resultado esperado deve ser um documento digital, que permitirá posteriormente à plataforma de realidade aumentada indicar ao técnico de manutenção quais os procedimentos a efetuar para uma determinada operação de manutenção.

Local de Trabalho: O trabalho será desenvolvido no Departamento de Engenharia Mecânica da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

Duração da bolsa: A bolsa terá a duração de 6 meses, com início previsto em janeiro de 2021, em regime de exclusividade, eventualmente renovável, mas não ultrapassando a data de conclusão do projeto.

13/01/2021 , Por COMPETE 2020