Criação de espirito empreendedor em torno da economia circular

João Nunes, Presidente e CEO da BLC3 faz um ponto de situação do projeto StartUp Zero que visa desenvolver iniciativas de estímulo e apoio ao empreendedorismo entre jovens e empreendedores, desde a capacitação para criação de ideias inovadoras, à concretização de novos negócios e startups circulares.
 
 
Cofinanciado pelo COMPETE 2020, o StartUp Zero é um projeto inovação e empreendedorismo focado na transição para a economia circular que conjuga a aceleração de modelos de negócio circulares por design para a criação de valor de mercado, com a capacitação dos consumidores partindo dos jovens a partir do 3º ciclo. 
 
 
1. Testemunho de João Nunes - Presidente & CEO da BLC3
 
João Nunes | Presidente & CEO da BLC3
 
"O mercado atual, quer pelas pressões sociais (em defesa do equilíbrio ambiental, na relação da atividade humana com a natureza e recursos) como políticas (no cumprimento das metas das diretivas europeias), está a originar uma oportunidade única para o surgimento de novos negócios. O projeto Start up Zero permite apoiar promotores, em particular jovens, na transformação das suas ideias numa realidade de negócio. 
 
Sendo importante promover o espírito empreendedor nos mais jovens para que se aumente o caudal de empreendedores em Economia Circular, o projeto Start up Zero apresenta ações chave de resposta a esse desafio, que inclui (1) ligação ao ecossistema de educação e ensino até ao 12º Ano e superior, (2) uma rede de mentores especialistas por área temática vertical com impacto para a Economia Circular, (3) business developers, (4) programas didáticos e lúdicos de empreendedorismo em Economia Circular adaptados em função da idade, (5) programa de aceleração, (6) suporte técnico-científico e (7) partilha de boas práticas com ecossistemas e programas de empreendedorismo internacionais, que possibilitem e promovam uma ligação a instrumentos de investimento e financiamentos. 
 
 
Tem como promotor líder a BLC3, em forte cooperação e trabalho com outras entidades, como o TagusValley, Sanjotec, Sines Tecnopolo e CECOLAB que permite uma proximidade territorial e de suporte de Incubadoras da região NUTS II Norte, Centro e Alentejo. O apoio do COMPETE 2020 é fundamental não só para promover e fortalecer a capacidade de resposta em rede e em escala das entidades parceiras, como em conseguir ter um apoio complementar significativo de investimento estratégico e chave para que se possa desenvolver o conjunto de ações e suporte aos empreendedores, que serão importantes e uma oportunidade para "circularem as suas ideias para o mercado". 
 
Start Up Zero, em termos de cadeias de valor, irá ter impacto no setor florestal, agroalimentar, água, construção, resíduos urbanos, manufatura e servitização. Do START de uma ideia até ao seu Up para o mercado, para que exista zero desperdício e resíduos na atividade económica é a visão e capacidade de resposta do consórcio!"
 
 
 
2. Apoio do COMPETE 2020 
 
O projeto “StartUp Zero” cofinanciado pelo COMPETE 2020 no âmbito do SIAC - Sistema de Apoio a Acções Coletivas, com um investimento elegível de cerca de 844 mil euros, correspondendo a um incentivo FSE de cerca de 718 mil euros.
 
 
3. Links
 
StartUp Zero
 
Associação BLC3 - Campus de Tecnologia e Inovação | Websie  
TagusValley | Website  
Sanjotec | Website  
Sines Tecnopolo | Website  
CECOLAB | Website   

02/05/2022 , Por Cátia Silva Pinto
Portugal 2020
COMPETE 2020
União Europeia