Uma vacina celular com aplicação em oncologia: mito ou realidade?

Paulo Diniz, Chief Services Officer da Tecnimede partilha o âmbito, os desafios e os resultados esperados no projeto "ImmunoDCs@CancerStemCells" que visa produzir uma vacina de células dendríticas direcionada para células cancerígenas que desencadeie uma resposta imunológica efetiva contra estas células», mas também da importância do apoio de fundos comunitários que «tem sido fundamental para a sua execução no período temporal previsto».
 
 
“ImmunoDCs@CancerStemCells: Imunoterapia celular direcionada para a eliminação de células cancerígenas
 
1. Síntese
 
«Pelas mãos da Tecnimede, com a participação da Universidade de Coimbra (UC), da Associação UC.Tecnimede e o apoio do COMPETE 2020, foi impulsionado um projeto que visa o desenvolvimento de uma vacina celular com aplicação em oncologia. 
O projeto ImmunoDCs@CancerStemCells é realizado em co-promoção entre a Tecnimede, uma empresa da indústria farmacêutica, a Associação UC.Tecnimede e a Universidade de Coimbra, as quais, em resultado da complementaridade de competências e de interesses comuns no aproveitamento de resultados de atividades de I&DT, se associam para potenciarem sinergias, partilharem custos e riscos. Especificamente, este projeto visa o desenvolvimento de uma vacina celular de grau clínico, baseada em células dendríticas, para o tratamento de carcinomas pulmonares e pancreáticos. A otimização da produção desta vacina à escala piloto dotará a Tecnimede de conhecimentos técnico-científicos cruciais para alavancar o posterior desenvolvimento clínico. 
As doenças do foro oncológico estão entre as principais causas de morte e morbilidade a nível global e de acordo com a Organização Mundial de Saúde o número de novos casos diagnosticados aumentará cerca de 70% nas próximas duas décadas. Apesar de substanciais avanços na aplicação de tratamentos convencionais (quimioterapia e radioterapia) estes continuam a apresentar reduzida eficácia para um elevado número de tumores, nomeadamente pancreático e do pulmão. Tal limitação trouxe para primeiro plano a necessidade de desenvolver novas terapêuticas imuno-oncológicas.
Tendo por base o exposto, o presente projeto visa desenvolver e otimizar a produção de uma vacina de células dendríticas de grau clínico direcionada para células cancerígenas que desencadeie uma resposta imunológica efetiva contra estas células. Pretende-se que esta vacina atue através da programação e estimulação do sistema imunológico do próprio doente, de forma a torná-lo mais eficaz no reconhecimento e eliminação das células tumorais.
Este projeto representa um elevado esforço material, financeiro e humano para a Tecnimede, pelo que o apoio concedido pelo COMPETE 2020 tem sido fundamental para a sua execução no período temporal previsto.»
 
2. Apoio do COMPETE 2020 
 
O projeto "ImmunoDCs@CancerStemCells" é cofinanciado pelo COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, na vertente em co-promoção, com um investimento elegível de 785 mil euros, correspondendo a um incentivo FEDER de 461 mil euros euros. 
 
3. Links
 

09/07/2020 , Por Cátia Silva Pinto
Portugal 2020
COMPETE 2020
União Europeia
FEEI